retorna
 

INFORME CIS Nº 3 ( Março 2001 )

Morbidade das Internações Hospitalares do Sistema Único de Saúde - SUS nas Faixas Etárias de Menor de um ano, de 1 a 4 anos e de 5 a 14 anos, no Estado de São Paulo no Ano 2.000

        No informe anterior do CIS (n.º 2 de fev/2001) apresentamos alguns aspectos da morbidade hospitalar do SUS ligados ao sexo.
        No presente informe damos continuidade à divulgação dos dados do Sistema de Informação Hospitalar - SIH/SUS, apresentando a morbidade das internações do SUS no Estado de São Paulo, conforme é registrada nas Autorizações de Internação Hospitalar - AIH do SIH/SUS, em faixas etárias selecionadas da infância.
        Neste trabalho mostramos apenas as informações de internação referentes ao Estado como um todo, consolidados para o ano 2000 e divididos por capítulo da CID 10 e pelas faixas etárias escolhidas (menor de um ano, de 1 a 4 anos e de 5 a 14 anos). Em informes posteriores pretendemos continuar o detalhamento da morbidade das internações abordando outras faixas etárias.
        Não fizemos taxas ou o valor per capita para estas faixas etárias como no informe anterior, porque o IBGE ainda não liberou os dados censitários por faixa etária. Estamos aguardando para o início de agosto de 2001 estes dados, quando então faremos um informe complementar sobre o assunto.
        Os órgãos regionais da Secretaria de Estado da Saúde - SES e os municípios poderão obter informações semelhantes para suas respectivas regiões no Departamento de Informática do SUS - DATASUS do Ministério da Saúde - MS. O acesso para estes dados é livre ao público no site www.datasus.gov.br, no item de informações de saúde.
        Na Tabela 1 apresentamos a distribuição das AIH pagas, do valor total pago e do valor médio das AIH, por capítulo da CID 10, nas faixas etárias de menor de um ano, de 1 a 4 anos e de 5 a 14 anos, com os respectivos percentuais.
       Pode-se observar que embora os menores de 1 ano tenham a menor freqüência de internação das três faixas escolhidas, tem o maior gasto total, bem superior às outras duas faixas etárias. Tal fato pode ser explicado tendo em vista que o valor médio de internação nos menores de um ano é quase o dobro das outras faixas (R$ 641,36 para 343,65 e 388,25 respectivamente).
        Destaca-se entre os menores de um ano, a freqüência de internações por doenças do aparelho respiratório (35,1%), algumas afecções do período perinatal (32,1%) e as doenças infecciosas (10,4%).
        Com relação ao valor total das internações desta faixa etária entretanto, inverte-se a primeira colocação, que passa a ser de algumas afecções do período perinatal (43,6% ou R$ 35,9 milhões), seguida de doenças do aparelho respiratório (24,8% ou R$ 20,4 milhões) e de malformações congênitas com 10,8% ou R$ 8,9 milhões, ficando as doenças infecciosas em 4º lugar com 7% ou R$ 5,8 milhões.
        Na faixa etária de 1 a 4 anos, acentua-se a freqüência de internações por doenças do aparelho respiratório (42,7% valor bastante superior aos demais), seguidas por doenças infecciosas (11,4%) e doenças do aparelho digestivo (9,7%).
        Com relação ao valor total das internações desta faixa etária aparecem as de internações por doenças do aparelho respiratório (37,7% ou R$ 17,8 milhões), as malformações congênitas (14,2% ou R$ 6,7 milhões), doenças do aparelho digestivo (8,3% ou R$ 3,9 milhões) e as doenças infecciosas (8% ou R$3,8 milhões).
        Na faixa etária de 5 a 14 anos, destaca-se a freqüência de internações por doenças do aparelho respiratório (19,9%), seguida causas externas (15,6%) e doenças do aparelho digestivo (10,9%).
        Com relação ao valor total das internações desta faixa etária aparecem empatadas em primeiro lugar as de internações por doenças do aparelho respiratório (14,3% ou R$ 8,5 milhões), doenças do sistema nervoso (14,3%) e as causas externas (14,3), seguidas de malformações congênitas (12,2% ou R$ 7,2 milhões).
 


        Morbidade na Faixa Etária de Menor de um ano por sexo

        Na Tabela 2 apresentamos o número de AIH pagas, por capítulo da CID 10 e por sexo no ano 2000 para a faixa etária de menores de um ano. Ordenamos a tabela segundo a freqüência de internações dos capítulos, da maior para a menor. No Gráfico 1 vemos esta distribuição para os dez capítulos mais freqüentes nesta faixa etária.
        Nota-se que ocorrem mais internações no sexo masculino (72.411 ou 56,5% do total). A diferença pode ser atribuída principalmente às internações por doenças do aparelho respiratório, algumas afecções do período perinatal, doenças infecciosas e doenças do aparelho digestivo, todas com predominância masculina acentuada. Nos demais capítulos ocorre equilíbrio entre os sexos, mas em nenhum ocorre maioria do sexo feminino, exceto no capítulo de gravidez, parto e puerpério, que registra alguns casos, certamente por engano de codificação.
        Na Tabela 3 apresentamos o valor anual pago pelas internações (AIH) em 2000 para a faixa etária de menores de um ano, dividido por capítulos da CID e sexo. A tabela também foi ordenada do capítulo de maior gasto no total, para o de menor gasto. No Gráfico 2 vemos esta distribuição nos dez capítulos para os quais mais se gastou.
        Aqui também vemos que o valor total gasto pelo sexo masculino (55,5% ou R$ 55,7 milhões) é superior ao feminino. Os mesmos capítulos citados no item anterior demonstram predominância no sexo masculino, acrescidos de malformações congênitas, que é o terceiro capítulo em valor.
        Na Tabela 4 apresentamos os valores médios das AIH em 2000 para a faixa etária de menores de um ano, divididos por sexo, ordenadas do maior valor para o menor. No Gráfico 3 vemos esta distribuição nos dez capítulos com valor médio mais alto.
        Observa-se que embora o sexo feminino tenha menor número de internações e menor valor pago pelas mesmas, o valor médio da AIH feminina (R$ 655,25 a R$ 630,62) é superior à masculina nesta faixa etária.
        Apresentamos na Tabela 5 as 50 causas de internação mais freqüentes para a faixa etária de menores de um ano e na Tabela 6 as 50 causas de internação mais caras para a mesma faixa, ambas para o sexo masculino. Estas causas (3 dígitos) são apresentadas conforme a Lista de Tabulação para Morbidade da CID 10.
        Finalmente apresentamos na Tabela 7 as 50 causas de internação mais freqüentes para a faixa etária de menores de um ano e na Tabela 8 as 50 causas de internação mais caras para esta faixa no sexo feminino.
        Note-se em ambos os sexos a importância de diversas patologias como diarréias, desnutrição, asma, bronquites e outras infecções respiratórias que poderiam ter suas internações diminuídas ou evitadas por meio de programas de atenção primária mais eficiente. Da mesma forma pode-se observar ainda a existência de internações por sífilis congênita, indicando a necessidade de melhorar a qualidade do pré-natal.

Morbidade na Faixa Etária de 1 a 4 anos por sexo

        Na Tabela 9 apresentamos o número de AIH pagas, por capítulo da CID 10 e por sexo no ano 2000 para a faixa etária de 1 a 4 anos. Ordenamos a tabela segundo a freqüência de internações dos capítulos, da maior para a menor. No Gráfico 4 vemos esta distribuição para os dez capítulos mais freqüentes nesta faixa etária.
        Nesta faixa também ocorrem mais internações no sexo masculino (78.769 ou 57,3% do total). A diferença pode ser atribuída às internações por doenças do aparelho respiratório (que é numericamente muito maior que as demais, em ambos os sexos), doenças infecciosas, doenças do aparelho digestivo, causas externas e doenças do aparelho geniturinário (as internações para tratamento de fimose e doenças associadas podem explicar a diferença entre os sexos neste capítulo), todas com predominância masculina acentuada. Em nenhum capítulo ocorre maioria do sexo feminino, exceto parto, gravidez e puerpério, que tiveram registros, provavelmente por engano.
        Na Tabela 10 apresentamos o valor anual pago pelas internações (AIH) em 2000 para a faixa etária de 1 a 4 anos, dividido por capítulos da CID e sexo. A tabela também foi ordenada do capítulo de maior gasto no total, para o de menor gasto. No Gráfico 5 vemos esta distribuição nos dez capítulos para os quais mais se gastou.
        Aqui também vemos que o valor total gasto pelo sexo masculino é superior (55,9% ou R$ 26,4 milhões). Os mesmos capítulos citados no item anterior demonstram predominância para o sexo masculino, acrescidos de malformações congênitas que é o segundo em valor pago nesta faixa etária.
        Na Tabela 11 apresentamos os valores médios das AIH em 2000 para a faixa etária de 1 a 4 anos, divididos por sexo, ordenadas do maior valor para o menor. No Gráfico 6 vemos esta distribuição nos dez capítulos com valor médio mais alto. Tal como na faixa etária anterior, embora o sexo feminino tenha menor número de internações e menor valor pago pelas mesmas, o valor médio da AIH feminina é superior (R$ 355,07 a R$ 355,15). Em especial nas internações do capítulo de malformações congênitas o valor da AIH feminina é muito superior ao valor da masculina.
        Apresentamos na Tabela 12 as 50 causas de internação mais freqüentes para a faixa etária de 1 a 4 anos e na Tabela 13 as 50 causas de internação mais caras para a mesma faixa etária, ambas para o sexo masculino. Estas causas (3 dígitos) são apresentadas conforme a Lista de Tabulação para Morbidade da CID 10.
        Finalmente apresentamos na Tabela 14 as 50 causas de internação mais freqüentes para a faixa etária de 1 a 4 anos e na Tabela 15 as 50 causas de internação mais caras para mesma faixa etária, para o sexo feminino.
        Note-se em ambos os sexos a importância de diversas patologias infecciosas como diarréias e outras infecções intestinais, desnutrição, asma, bronquites e outras infecções respiratórias que poderiam ter suas internações diminuídas ou evitadas por meio de programas de atenção primária mais eficiente. No sexo masculino se destaca ainda as internações relacionadas ao tratamento de fimose e suas conseqüências (7ª causa mais frequente), explicando as diferenças entre os sexos no capítulo de doenças geniturinárias.

Morbidade na Faixa Etária de 5 a 14 anos por sexo

        Na Tabela 16 apresentamos o número de AIH pagas, por capítulo da CID 10 e por sexo no ano 2000 para a faixa etária de 5 a 14 anos. Ordenamos a tabela segundo a freqüência de internações dos capítulos, da maior para a menor. No Gráfico 7 vemos esta distribuição para os dez capítulos mais freqüentes nesta faixa etária.
        Nota-se que ocorrem mais internações no sexo masculino (89.949 ou 58,5% do total). A diferença pode ser atribuída às internações por doenças do aparelho respiratório, lesões e causas externas, doenças do aparelho digestivo, malformações congênitas e doenças geniturinárias todas com predominância masculina acentuada (em especial as lesões e as geniturinárias).
        Nos demais capítulos ocorre equilíbrio entre os sexos, mas em nenhum ocorre maioria do sexo feminino, exceto o de gravidez, parto e puerpério, que apresenta 4.995 internações.
        Na Tabela 17 apresentamos o valor anual pago pelas internações (AIH) em 2000 para a faixa etária de 5 a 14 anos, dividido por capítulos da CID e sexo. A tabela também foi ordenada do capítulo de maior gasto no total, para o de menor gasto. No Gráfico 8 vemos esta distribuição nos dez capítulos para os quais mais se gastou.
        Aqui também vemos que o valor total gasto pelo sexo masculino é superior (58,5% ou R$ 34,9 milhões). Entretanto os três capítulos que aparecem em primeiro lugar, com predomínio masculino são doenças do sistema nervoso, do aparelho respiratório e lesões e causas externas (este último com elevada diferença para o sexo feminino).
        Na Tabela 18 apresentamos os valores médios das AIH em 2000 para a faixa etária de 5 a 14 anos, divididos por sexo, ordenadas do maior valor para o menor. No Gráfico 9 vemos esta distribuição nos dez capítulos com valor médio mais alto.
        Observa-se que embora o sexo feminino tenha menor número de internações e menor valor pago pelas mesmas, o valor médio da AIH feminina é superior (R$ 388,09 a R$ 296,83).
        Apresentamos na Tabela 19 as 50 causas de internação mais freqüentes para a faixa etária 5 a 14 anos e na Tabela 21 as 50 causas de internação mais caras para a mesma faixa, ambas para o sexo masculino. Estas causas (3 dígitos) são apresentadas conforme a Lista de Tabulação para Morbidade da CID 10.
        Finalmente apresentamos na Tabela 20 as 50 causas de internação mais freqüentes e na
Tabela 22 as 50 causas de internação mais caras para a faixa etária de 5 a 14 anos, para o sexo feminino.
        Note-se para o sexo masculino a importância de diversas patologias relacionadas à lesões e causas externas (fraturas de ossos dos membros é a causa mais frequente). Nos meninos também encontramos como 7 ª causa internações referentes à fimose e parafimose, tal como na faixa etária anterior.
        No sexo feminino encontramos o parto como a 5ª causa de internação. Em ambos os sexos, a pneumonia, asma, bronquites e outras infecções respiratórias são igualmente importantes. Também encontramos diarréias e outras infecções intestinais como causas importantes. È o tipo de internação que poderia ser reduzida ou evitada por meio de programas de atenção primária mais eficiente.
 
 
Tabela 1 Distribuição Anual das AIH Pagas por Capítulo da CID - 10 nas Faixas Etárias de Menor de 1 ano, 1 a 4 anos e 5 a 14 anos - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 2 Distribuição Anual das AIH Pagas na Faixa Etária de Menor de um ano por Capítulo da CID - 10 e por sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 3 Valor Anual (R$) das AIH Pagas na Faixa Etária de Menor de 1 ano por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo
Tabela 4 Valor Médio (R$) das AIH Pagas na Faixa Etária de Menor de 1 ano por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo
Tabela 5  50 Principais Causas de Internação (AIH) em Menores de 1 ano no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 6 50 Causas de Internação (AIH) com Maior Gasto (R$) em Menores de 1 ano no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 7  50 Principais Causas de Internação (AIH) em Menores de 1 ano no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 8 50 Causas de Internação (AIH) com Maior Gasto (R$) em Menores de 1 ano no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 9 Distribuição Anual das AIH Pagas na FAixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 10 Valor Anual (R$) das AIH Pagas na Faixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 11 Valor Médio (R$) das AIH Pagas na Faixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 12 50 Principais Causas de Internação (AIH) na Faixa Etária de 1 a 4 anos no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 13 50 Causas de Internação (AIH) com Maior Gasto (R$) na Faixa Etária de 1 a 4 anos no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 14 50 Principais Causas de Internação (AIH) na Faixa Etária de 1 a 4 anos no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 15 50 Causas de Internação (AIH) com Maior Gasto (R$) na Faixa Etária de 1 a 4 anos no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 16 Distribuição Anual das AIH Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 17 Valor Anual (R$) das AIIH Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo
Tabela 18 Valor Médio (R$) das AIIH Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulo da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo
Tabela 19 50 Principais Causas de Internação (AIH) na Faixa Etária de 5 a 14 anos no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 20 50 Principais Causas de Internação (AIH) na Faixa Etária de 5 a 14 anos no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 21 50 Causas de Internação (AIH) com Maior Gasto (R$) na Faixa Etária de 5 a 14 anos no Sexo Masculino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Tabela 22 50 Causas de Internação (AIH) Maior Gasto (R$) na Faixa Etária de 5 a 14 anos no Sexo Feminino, segundo CID 10 - Lista de Morbidade - Sistema Único de Saúde - Estado de São Paulo - 2000
Gráfico 1  Número anual de AIHs Pagas na Faixa Etária de Menor de 1 ano por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - São Paulo - 2000
Gráfico 2 Valor Anual Pago das AIHs na Faixa Etária de Menor de 1 ano por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de saúde - 2000
Gráfico 3 Valor Médio das AIHs na Faixa Etária de Menor de 1 ano por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - São Paulo - 2000
Gráfico 4 AIHs Pagas na Faixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - São Paulo - 2000
Gráfico 5 Valor Anual Pago das AIHs Pagas na Faixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - 2000
Gráfico 6 Valor Médio das AIHs Pagas na Faixa Etária de 1 a 4 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - 2000
Gráfico 7 AIHs Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - 2000
Gráfico 8 Valor Anual das AIHs Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - 2000
Gráfico 9 Valor Médio das AIHs Pagas na Faixa Etária de 5 a 14 anos por Capítulos da CID 10 e por Sexo - Sistema Único de Saúde - 2000